Em meio à onda de frio, cães morrem congelados nos EUA

Em meio à rigorosa onda de frio que atinge os Estados Unidos, cães têm morrido por negligência dos tutores ou por abandono.

No condado de Butler, em Ohio, um cão deixado fora de casa foi encontrado congelado neste começo de ano. Os donos deverão responder por crueldade contra animais, informou a polícia em rede social.

Caso semelhante ocorreu em Hartford, Connecticut, e uma mulher também foi acusada por ter deixado o animal acorrentado em um pequeno abrigo, sob as baixas temperaturas, segundo “The Washington Post”.

Em Michigan, protetores do Detroit Dog Rescue informaram na terça (2) que um cãozinho, uma mistura de lulu da pomerânia, foi abandonado na porta da ONG por ocupante de um carro na noite anterior e não resistiu. Fazia muito frio.

Na quarta (3), o grupo resgatou outro animal, que havia buscado abrigo em um barril, e estava sozinho. O bichinho, que ganhou nome de Joe (foto acima), teve queimaduras nas almofadinhas das patas e no pênis devido ao frio intenso.

Em rede social, o grupo afirmou que as patinhas estavam tão doloridas que ele mal conseguia ficar de pé.

Com o aumento de casos de animais em risco, autoridades e grupos de resgate emitiram avisos e orientações sobre como dar abrigo aos animais de estimação, segundo o “Washington Post”.

Pessoas caminham na Times Square, em NY, em meio a tempestade de neve (4.jan.18/AFP)

Leia também: Em dias frios, horário deve ser levado em conta para o passeio

Fonte: Folha de S.Paulo / F5

email
Deixe seu comentário: