Conquista: acorrentar cães agora é considerado crime nos Estados Unidos

Uma nova lei, criada pelo governador Chris Christie de Nova Jersey, nos Estados Unidos, busca reprimir os tutores que amarram seus cães do lado de fora de casa por longas horas ou período indeterminado, principalmente em dias frios e chuvosos. A medida caracteriza a atitude como “cruel restrição” de cães, em uma ofensa criminal.

De acordo com a legislação, um cão não poderá ser acorrentado ou amarrado do lado de fora da residência do tutor durante a noite. Além disso, se o animal for preso por mais de 30 minutos durante o dia, ele deve ser mantido em uma corrente ou corda leve e que tenha pelo menos 4 metros de comprimentos e deve ter acesso a água limpa e abrigo adequado. Em caso de tempos chuvosos, frios ou muito quentes, o cão não pode ficar do lado de fora da residência do tutor por mais de 30 minutos sem supervisão.

“Os cães são animais sociais e não são ornamentos de gramado, então, para mim, manter um animal amarrado por muito tempo é algo cruel”, afirma Janice Fisher, promotora em defesa dos animais no estado de Nova Jersey.

Leia mais em ANDA
Foto: Internet

email
Deixe seu comentário: