Dúvidas e mitos sobre cio e castração de fêmeas

cadela e filhote

Nesse artigo esclarecemos dúvidas e mitos sobre cio e castração de fêmeas. Entenda qual a melhor forma de cuidar da sua cadela e quais são os mitos que você já ouviu, mas que não são reais. Também aprenda sobre o cio e a reprodução dos cães e entenda como evitar que sua cadela tenha problemas de saúde.

Cadelas devem ter a primeira ninhada antes de castrar?

cão olhando para cima

Não, isso é um mito. Muita gente espalhou essa ideia de que a fêmea precisa ter crias pelo menos uma vez. O que só aumentou a população de cães no país, principalmente abandonados.

E isso é um erro. A melhor forma de proteger a saúde da sua cadela de problemas como câncer nas mamas ou no sistema reprodutor é castrando-a o mais cedo possível.

Castração é arriscado?

cadela gestante

Não, essa é umas das dúvidas e mitos mais comuns, mas não. Castração é um procedimento simples de recuperação rápida tanto em fêmeas quanto em machos. Ela previne uma série de problemas de saúde e comportamentais. Recomendamos que procure um veterinário responsável.

Como ver se a cadela está no cio?

As fêmeas no cio sangram. Então é muito provável que você notará sangue pela casa ou no local onde ela fica. Se você não notar também é fácil perceber que estão no cio devido a vulva que dobra de tamanho nesse período e fica bem grande.

Qual a melhor época para castrar a fêmea?

Gravidez psicológica canina

A melhor época é antes do primeiro cio, isso evita uma série de problemas de saúde. Pois reduz as chances de problemas como neoplastia mamaria para até 0,5%. Enquanto cadelas castradas depois dessa época tem em torno de 20% de chances de desenvolver doenças.

Meus cães cruzaram sem eu querer. O que fazer?

Se você pegou eles no ato e o macho e a fêmea estão grudados, não tem mais como impedir. Agora é esperar que eles se separem normalmente, força-los a soltar pode causar problemas de saúde aos dois, chegando até a quebrar o pênis do macho, ou seja, causar muita dor aos dois.

Depois disso é consultar o médico veterinário, fazer o pré-natal e cuidar da fêmea e dos filhotes. Proporcionando todos os cuidados e procurar tutores responsáveis para os novos peludinhos.

cães primavera

Se você tem macho e fêmea em casa é muito difícil evitar que eles alcancem um ao outro durante o cio. Isso por que os cães fazem de tudo para cruzar, inclusive as fêmeas. O melhor caminho para evitar isso é castrando os dois.

Aproveite para conferir nosso artigo sobre cuidados com castração dos cães

Cadelas podem cruzar no primeiro cio?

Teoricamente poderiam, pois o cio indicaria que estão prontas para isso. Mas na realidade não é indicado, os veterinários recomendam que elas só cruzem a partir de um ano e meio de vida. Pois quando muito jovens, mesmo no cio, podem não estar com o sistema reprodutor completamente pronto.

cães abandonados

Vale a pena tomar muito mais cuidado com fêmeas pequenas. Principalmente para não deixar que cruzem com machos maiores. Pois os filhotes podem ser maiores do que elas podem aguentar e chegar a precisar de uma intervenção médica, sendo que os filhotes podem nascer prematuros e não resistir.

Cadelas entram na menopausa?

Essa é uma das dúvidas e mitos comuns. Cadelas não entram na menopausa, elas vão continuar entrando no cio a cada seis meses mais ou menos pelo resto da vida.

Também acreditam que podem colocar elas para cruzar enquanto entrarem no cio. Cadelas com mais de 6 anos de vida não devem cruzar, pois seu organismo não aguenta mais uma gravidez como antes e pode ser prejudicial tanto para elas quanto para os filhotes.

Aproveite para conferir nosso artigo sobre tudo em relação a castração

Dica

dona-e-cão

Não recomendamos que os tutores cruzem os cães em casa. Esse processo requer muitos conhecimentos, cuidados e dedicação. O que recomendamos é que as fêmeas sejam castradas logo antes do primeiro cio para evitar problemas de saúde como dito antes.

Se você ainda assim quiser cruzar sua fêmea. Faça isso com muita responsabilidade, tenha em mente que isso requer um investimento financeiro alto. E consulte o seu veterinário de confiança desde que começar a pensar na ideia. Entre as dúvidas e mitos mais comuns, você conheceu alguns nesse artigo e aprendeu sobre o assunto.

Fonte: Webcachorros

email
Deixe seu comentário: