Filhotes de cachorro: como lidar com esse novo membro da família – em COMPORTAMENTO

Filhotes de cachorros

Tão pequenos que cabem até nas mãos! Qualquer coisa que fazem já nos deixam morrendo de fofura. Mas, apesar disso, os filhotes dão muito trabalho, assim como um bebê. Para ajudar os papais e mamães de pet de primeira viagem, decidimos passar para a Flávia Rossi, veterinária da Mars Petcare, as principais perguntas sobre os filhotes de cachorro, olha só!

· Como acalmar o filhote com o novo ambiente que ele está situado?

Maria Lucia, 42 anos, mãe da Meg – RS

Para que o filhote se sinta seguro e confortável após a separação de sua mãe e irmãos e, principalmente, do ambiente no qual ele sempre esteve desde o nascimento, é importante oferecer a ele um espaço seu no novo lar. A recomendação é escolher um cantinho calmo, com uma cama confortável, com tamanho ideal para ele. Uma dica importante para acalmar as emoções do filhote é trazer com ele uma manta do criador com o cheiro da mãe e colocá-la no novo espaço do filhote.

· Os filhotes são hiperativos ou o problema é a ansiedade?

Kauê Morais, 28 anos, pai do Luke – SP

Os filhotes, de um modo geral, são sempre muito curiosos. Eles exploram todos os novos cantos do ambiente, pois nesta fase tudo é novidade para o animalzinho. Além disso, a hiperatividade na fase de filhote é normal, já que eles possuem muita energia para gastar e novidades para descobrir.

· Eles sentem saudade da mãe?

 Juliana Ferreira, 54 anos, mãe da Biju – SP 

Sim! Tanto os filhotes de cachorro como os de gatos, sentem saudades da mãe e da companhia dos outros animais com quem conviviam. Você já notou que os filhotes de cães e de gatos tendem a se aninhar para dormir? Eles fazem isso exatamente para que possam desfrutar da companhia um do outro. Por isso a saudade!

· Como acostumá-lo a ficar sozinho?

 Marcos Ferrarini, 31 anos, pai da Jujuba – MG

O tutor deve ser um exemplo de tranquilidade e segurança para o seu pet cumprindo uma rotina. Os cães e gatos são animais de costumes e que aprendem pela repetição. Dedicar tempo para brincar e passear com o pet são ações fundamentais para estabelecer o vínculo e dar segurança ao pet de que o tutor irá voltar após ausentar-se ou parar a brincadeira. Evitar tornar o animal completamente dependente de seu tutor é muito importe para que quando ele esteja sozinho tenha outras atrações e entretenimento. Uma dica é não fazer tanta festa no momento em que se chega em casa de forma a não condicionar a chegada (companhia) a momentos felizes. Importante agir com naturalidade tanto na saída como na chegada, sem mudança de comportamento.

· O choro durante a noite é comum? Como acalmá-lo quando ele está chorando?

 Ingrid Aparecida, 18 anos, irmã do Hulk – RJ

O choro no período da noite é comum e tende a acontecer com frequência nos primeiros dias pela falta de adaptação à nova rotina e novo ambiente. Geralmente eles choram no período noturno, pois é quando a maior parte dos sons param, o ambiente se acalma e os tutores vão dormir. A melhor solução para este ocorrido é resistir ao choro e deixar que o filhote lide com a situação sozinho. Desta forma, ele vai entender que após uma noite de sono, outro dia começa e os seus tutores estarão lá esperando por ele.

· Como evitar que os filhotes destruam móveis e outros objetos?

Victória Germani, 35 anos, mãe da Cristal – SP

Brinquedos adequados para o porte do seu filhote são ideais para esta fase repleta de curiosidade e, em especial, para incômodo/coceira causada pelo crescimento dos dentes.

· Como ensinar a fazer xixi no lugar certo?

Larissa Kenji, 20 anos, mãe da Lasanha – SP

O bom comportamento e obediência precisam começar cedo, em uma idade em que o filhote de cachorro tenha a excelente capacidade de aprender. Crie o hábito de levá-lo para fora (ambiente externo) com frequência após cada refeição e cochilo, antes de dormir e assim que acordar. No início, vale levá-lo ao mesmo lugar para que ele reconheça o cheiro. Não o repreenda quando “acidentes” acontecerem dentro de casa ou no lugar incorreto, apenas limpe e desinfete o local. Procure fazer a limpeza longe do seu filhote, para evitar estímulos de interesse no que você está fazendo ou até mesmo que sua atitude (de limpeza) seja interpretada por ele como uma forma de chamar a sua atenção.

Você tem mais dúvidas sobre filhotes de cachorros? Mande para nós através do nosso Facebook ou do nosso Instagram!

*Por Isis Fonseca | Fonte Flávia Rossi, veterinária da Mars Petcare | Foto Shutterstock.

Garanta o seu livro Enciclopédia Ilustrada Cães!

Fonte: Meu Pet

email
Deixe seu comentário: