Saiba como evitar a gripe canina neste inverno

Com o inverno chegando, assim como nós, os cachorros também podem pegar gripe. Essa doença é conhecida como tosse dos canis ou traqueobronquite infecciosa canina. É altamente contagiosa entre os cães.

A doença é transmitida pelo ar ou por contato com animais infectados. O clima frio e seco contribuem para o seu aparecimento. Animais não vacinados, ou que convivam com muitos cães, filhotes e raças que possuem o focinho curto (Boxer, Buldog, Pug, etc), também são susceptíveis. A doença não é transmitida para nós humanos.

O sintoma principal é tosse seca semelhante a um engasgo. O animal fica desanimado, com secreção nasal, febre, espirrando, com dificuldade respiratória e perda de apetite. Em casos mais graves, a doença pode evoluir para uma pneumonia.

O tratamento é feito através de antibióticos e antiflamatórios.

Para evitar a gripe canina é recomendando a vacinação anual do seu cão, que vai proteger contra os agentes da doença. No mercado existem disponíveis vacinas injetáveis e de administração nasal.

Outras medidas importantes são: os filhotes devem sair de casa após receberem todas as vacinas, oferecer uma boa alimentação e adequadas condições de higiene e saúde e principalmente, no frio mantê-los quentes e evitar banhos e friagem.

É bom evitar que os animais contaminados frequentem banho e tosa, hoteizinhos, parques ou locais que tenham contato com outros cães durante o período da doença.

Lembre-se que os animais devem ser sempre tratados pelo médico veterinário e evitar medicá-los em casa, pois muitos remédios usados por nós podem não ser adequados e acabam piorando o quadro do animal.

Fonte: Portal Vira Latas

email
Deixe seu comentário: