Tosse canina: saiba tudo sobre o assunto – em SAÚDE

Tosse canina

O inverno está chegando e se engana quem acha que a gripe só atinge os humanos. A tosse canina é síndrome respiratória complexa transmitida por vírus ou bactérias que pode afetar animais de todas as raças e idades.

O tempo frio e seco dificulta a respiração desses animais e faz com que a imunidade fique mais baixa. Além disso, a transmissão da gripe canina é facilitada. A doença é contagiosa e traz sérios riscos a saúde do seu pet.  

Sintomas mais comuns da gripe canina

  • Tosse seca
  • Secreção
  • Falta de apetite
  • Febre
  • Coriza e secreção nos olhos

Cuidados para evitar a tosse canina

De acordo com Andrei Nascimento, veterinário da unidade Pet da MSD Saúde Animal, a doença pode ser transmitida aos animais sadios tanto pelo contato com um pet doente, como pelo ar. Por isso, a vacinação é a medida mais efetiva de prevenção. “A aplicação da vacina deve ser feita anualmente. A medida protege não somente contra a infecção, como também reduz a eliminação dos agentes transmissores no ambiente – o que é essencial para quem tem mais de um pet”, afirma. 

Veja abaixo outros cuidados, além da vacina, para prevenir a tosse canina:

  • Evite passeios com o cão em horários mais frios;
  • Caso o cachorro fique na área externa da casa, providencie um abrigo que o proteja do vento, principalmente durante a noite;
  • Evite choques térmicos, como exposição do animal a temperaturas baixas após um banho quente, por exemplo;
  • Se você tiver mais de um cachorro e identificar o sintoma em algum deles, mantenha-o afastado até o início do seu tratamento;
  • Ao viajar com o seu cão ou sem ele (deixando-o hospedado em um hotel) procure antes o médico veterinário de sua confiança para que ele possa orientá-lo corretamente sobre a melhor prevenção para cada uma das situações.

*Por Isis Fonseca | Foto Shutterstock | Fonte MSD Saúde Animal.

Garanta o seu livro Enciclopédia Ilustrada Cães!

Fonte: Meu Pet

email
Deixe seu comentário: